Os 25 piores finishers já usados na WWE

Classificamos aqui os piores finishers já usados na WWE levando em conta seu grau de ridicularidade e dificuldade em executar.

Depois de uma intensa batalha em que os wrestlers lutaram bravamente uns contra os outros, o clímax envolve um movimento de finalização, o finisher. Um finisher ruim pode acabar com toda a boa história que uma luta possa ter criado.

Classificamos aqui os piores finishers já usados na WWE levando em conta seu grau de ridicularidade e dificuldade em executar. Muitos deles não são o suficiente para servir como algo que seja crucial para a vitória de alguém.

Publicidade

25. World’s Strongest Slam – Mark Henry

Mark Henry - The World's Strongest Slam
De tempos em tempos, é realizado com vontade, mas geralmente parece que Henry está apenas colocando um filho em sua cama. Um running powerslam ou alguma variação de powerbomb combinariam muito mas com o “World’s Strongest Man“.

24. Diving Crossbody – Ricky Steamboat

Diving Crossbody - Ricky Steamboat
O grande Ricky Steamboat ganhou várias lutas com movimentos bem piores. Movimentos como o sunset flip, inside cradle e o diving crossbody deram ao Dragon sua quota de vitórias. O crossbody é um movimento lindo, especialmente quando é executado por alguém como Steamboat, mas não parece poderoso o suficiente para terminar uma luta. É o tipo de movimento que um underdog vence usando, não o finisher de um main-eventer.

23. Attitude Adjustment – John Cena



Apesar deste movimento permitir a John Cena mostrar toda sua força levantando mais de um homem ou alguém como Big Show, é um movimento anticlímax. Em uma luta onde um oponente pode receber um alto número de gutwrench suplexes, bulldogs ou dropkicks, é insatisfatório vê-lo perder depois de um slam fraco. O scoop poweslam de Randy Orton ou o Angle Slam de Kurt Angle são aplicados com ferocidade, enquanto o AA de Cena parece apenas deixar o adversário cair suavemente.

22. Mandible Claw – Mick Foley

Mandible Claw - Mick Foley
Até certo ponto, os fãs podem “comprar” a legitimidade de segurar um nervo e se divertir com a adição de um fantoche feito de meia. A questão é quão tola o Mandible Claw parece em ação. A visão de um homem com uma meia na mão colocando-a na boca de um oponente é mais engraçada do que inspiradora. Os outros finishers de Foley, o double arm DDT e o piledriver, fazem bem mais sentido.

21. Polish Hammer – Ivan Putski

Polish Hammer - Ivan Putski
O double axe handle shot de Ivan Putski no peito de seu oponente parecia bom e tinha um grande nome, mas de maneira alguma deveria ser um finisher. É apenas um ataque. Quando você o vê sendo aplicado, você espera que ele seja seguido por uma série de outros ataques. Esse golpe certamente é duro, mas o suficiente para deixar um atleta profissional no chão para a derrota? Não.

20. Bearhug – Tony Atlas, Bruno Sammartino, Ken Patera e muitos outros

The Big Show - Bearhug
Usado pela maioria dos lutadores grandes e fortes, esse movimento poderia deixar qualquer um legitimamente sem ar. É muito chato que esse movimento seja usado como finisher para lutas espetaculares. Uma submissão como o Crippler Crossface adiciona drama a uma luta pela forma com que é aplicado, enquanto o Bearhug parece aconchegante. Outro problema com o movimento é que seus braços, cabeça e pernas são livres para chutar, morder ou o que for preciso para sair. Muitas submissões são bem mais difíceis de escapar enquanto o Bearhug requer apenas alguns socos.

19. Tornado Punch – Kerry Von Erich



Ataques, tirando o superkick, são difíceis de aceitar como finishers. Nocautear alguém com um soco, especialmente adicionando força girando não parece legal. É o tipo de movimento que o Popeye deve ter em seu repertório, não um homem com o talento de Von Erich.

18. WMD – Big Show



Com todos esses socos que são dados em uma luta da WWE, por que um se diferencia do restante e é tão devastador? Um nocaute poderia, em teoria, ser um finisher decente nas mãos certas, mas Big Show não consegue fazer isso. Será que ele ou os bookers acharam que nós estávamos ficando cansados do chokeslam? A maioria de nós gostaria de ver o final de uma luta com um chokeslam do que com um WMD.

17. Brain Chop – The Great Khali

Brain Chop - The Great Khali
Este ataque pode machucar legitimamente, mas parece inexpressivo. Em um esporte onde existem o Last Ride e o Shooting Star Press, um lento e estranho tapa na cabeça não é interessante. A limitação atlética de Khali certamente torna mais difícil encontrar um finisher adequado. A falta de velocidade dele piora ainda mais o efeito do golpe.

16. Warrior Splash – The Ultimate Warrior

Warrior Splash - The Ultimate Warrior
Um running splash como finisher faz sentido para alguém com mais de 200kg. Quando o Warrior finalizou seus adversários com isso, você se perguntava por que eles não deram kick out. O Frog Splash tem a vantagem da força adicionada quando o wrestler salta de cima da corda superior. O 450 Splash adiciona a força de um lutador que vem girando. A versão running, principalmente a do Ultimate Warrior, parecia uma brincadeira com os fãs.

15. Samoan Spike – Umaga

Samoan Spike - Umaga
Um finisher é o clímax de uma batalha dramática, algo icônico e emocionante que faz sentido como um golpe final em uma batalha física. O Samoan Spike seria legal no meio de uma luta enquanto um lutador segura o oponente em um headlock, mas não parece poderoso o suficiente para ganhar uma luta.

Publicidade

14. Atomic Leg Drop – Hulk Hogan

Atomic Leg Drop - Hulk Hogan
Inúmeros heels e desafiantes foram vítimas do big boot seguido pelo anêmico leg drop que deixou Hogan famoso. O Atomic Leg Drop é mais um ataque preguiçoso que mostra a limitação de Hulk Hogan, que apesar de tudo, conseguiu muito sucesso.

13. The People’s Elbow – The Rock

The People's Elbow - The Rock
The Rock encantou os milhões e milhões de seus fãs com aquele movimento que o levaria a ser uma estrela da WWE. Apesar de toda a firula, é apenas um elbow drop. O elbow de Randy Savage da top rope certamente machucaria um adversário, a versão de The Rock não é um finisher crível. Para piorar as coisas, o People’s Elbow provavelmente deu à luz ao Five Knuckle Shuffle de John Cena.

12. Flying Forearm – Tito Santana

Flying Forearm - Tito Santana
Os pontos positivos do movimento de Tito Santana incluía o fato de que ele poderia acontecer em qualquer momento da luta, exibindo as habilidades high-flyer de Santana. Mesmo assim, é apenas um ataque com o antebraço e como finisher é assombroso. Teria a carreira de Santana sido de maior sucesso se ele usasse alguma variação de moonsault? Nós nunca saberemos.

11. Lie Detector – R-Truth

Lie Detector - R-Truth
A capacidade atlética de R-Truth é indiscutível, fazer um corkscrew no ar não deve ser fácil, mas a falta de impacto direto torna difícil saber quando ele acertou ou não. Isso dificulta aceitar como um finisher.

10. Scissor Kick – Booker T, Alicia Fox

Scissor Kick - Booker T
A versão de artes marciais do scissor kick é devastadora. O atacante não apenas chuta a vítima na cabeça, mas torce seu corpo, geralmente levando-a ao chão. A versão da WWE tem uma grande falha. Ela exige que o adversário fique em uma posição desconfortável por muito tempo. Por que alguém ficaria curvado esperando um golpe? Então, ao invés do grande pop que você percebe quando Shawn Michaels aplica o Sweet Chin Music, você percebe a crowd não muito animada.

9. Heart Punch – Crush, Ox Baker, Stan Stansiak

Heart Punch - Crush
Nenhum de nós gostaria de levar um soco no peito, mas não é dramático o suficiente para um finisher. Qualquer coisa que o pública tenha que aceitar como alguma manipulação do sistema nervoso é difícil de engolir.

8. Bobo Brazil Finisher


Sem desrespeitar o grande Bobo Brazil, que desempenhou um papel enorme para quebrar as barreiras raciais para lutadores afro-americanos, mas seu finisher foi um dos piores já usados. Ao contrário da cabeçada usada por Vladimir Kozlov, a versão de Brazil não parece atingir seu adversário com tanta força. Essa cabeçada é uma das grandes responsáveis por deixá-lo famoso, mas não há dúvida de que seu outro finisher, o piledriver, faria mais sentido para terminar uma luta.

7. Armpit Claw – The Original Sheik



O Original Sheik era um cara mau. Sem ele, nós não teríamos o hardcore wrestling. Uma boa porcentagem de suas lutas terminaram com ele jogando uma bola de fogo ou batendo em alguém com algum objeto fora das regras. Seu finisher era estranho, as mãos de um indivíduo nas axilas de outro.

6. Airplane Spin – Mike Rotunda, Gorilla Monsoon e Eugene



O objetivo do movimento é principalmente deixar o adversário tonto, mas por que não faria a pessoa que aplica ficar tonta também? Em um esporte com tantos movimentos, este movimento infantil destaca-se por ser ruim.

5. Playmaker – M.V.P

Playmaker - M.V.P
MVP coloca sua perna em torno da cabeça de seu oponente, então o que acontece em seguida não parece machucar. Não há nenhuma pressão, sem impacto, apenas a forma mais fraca possível de um neckbreaker. Vale lembrar que Randy Orton já usou esse golpe como finisher sob o nome de O-Zone.

4. Trip to the Batcave – Bastion Booger



Qualquer versão de um lutador gordo sentado em seus adversários sempre sai como uma piada. Enquanto o Earthquake corria antes de sentar em seu oponente, Yokozuna pulava de uma distancia decente, Bastion Booger apenas se sentava no rosto de um jobber azarado.

3. The Cobra – Santino Marella



O fato do personagem de Santino ser um alívio cômico, julgar seu finisher é difícil. O finisher é bobo (como ele), o problema é que ele está lutando com verdadeiros wrestlers, que são vencidos por um golpe sem noção. Apesar do Cobra ser engraçado e divertido, como finisher fica aquém.

2. Underwear Swipe – Phantasio



Sem dúvida, houve uma grande série de razões pelas quais Phantasio não deu certo. Uma delas foi pensar que ele teria um finisher impressionante que faria os fãs gostarem dele apesar da sua gimmick infantil de mago. Você pode imaginar alguém perdendo um título mundial para um oponente que tira a cueca de seus adversários para vencê-los?

1. The Worm – Scotty Too Hotty



As dolorosas sequencias teatrais usadas por Scotty 2 Hotty podem ser engraçadas, mas os fãs certamente trocariam todos os giros e rastejos por algo mais impressionante. Em vez disso, ele termina com um chop. Todos esperam cerca de 30 segundos para um chop? Se os fãs se divertem? Claro, mas como seria ver um top star perdendo para um finisher assim?

Publicidade


O site WWEBrasil.com.br foi criado com a proposta de fornecer ao leitor os melhores artigos sobre pro-wrestling, em especial sobre a WWE.

Leia também