Crônica – A ECW não era só “extreme”

Conhecida por seu estilo extreme, empregado até mesmo em seu nome, a ECW também era composta de boas promos e lutadores que revolucionariam o pro-wrestling.

Hoje, me deu vontade de fazer algo diferente, resolvi fazer uma crônica sobre a old ECW. Na verdade não toda a old ECW em si, mas coisas que a maioria dos fãs esquecem o que havia na ECW, acham que só pelo que significava a sigla ECW (Extreme Championship Wrestling), só havia hardcore, sem feud nenhuma e sem promos ou segments, entre outras coisinhas mais.

Lendas da ECW

Publicidade

Introdução

Bom, tudo começou quando Ted Turner comprou a NWA de Jim Crockett em 1988 e mudou seu nome para wCw, mas ainda depois desse período, existiam empresas ‘’afiliadas’’ da antiga NWA, sendo que uma delas era a Eastern Championship Wrestling. Após um longo período sem utilizar o nome ‘’NWA’’, Jim Crockett pediu para Ted Gordon, dono da Eastern Championship Wrestling, se poderia ser realizado um torneio que iria valer o principal belt da NWA, o NWA Heavyweight title, que estava sem ser disputado desde o fim da empresa NWA.

Então, após vencer The Tazmanic (Tazz), Dean Malenko e, na final Too Cold Scorpio, Shane Douglas se torna NWA Heavyweight Champion, porém Shane Douglas pega um mic e começa a exclamar para todos que o acompanhavam naquele instante:



Com este segment, a Eastern Championship Wrestling deixou de ser uma filiada da NWA e se tornou uma federação independente, tendo seu nome mudado para Extreme Championship Wrestling. Fazendo assim um dos melhores e mais importantes segments de todos os tempos, inesquecível para os fãs da ECW.

Mas Afinal, porque eu mostrei o início da ECW se isso não é uma BIO ou algo do tipo? São três motivos:

1°: Para mostrar que mesmo o nome tendo sido mudado para ‘’Extreme’’, não houve nenhuma mesa quebrada, chair shot, taco que continha arame farpado em volta, nada disso, não houve hardcore nenhum e não havia em tudo na ECW.

2°: Bom, poucos que realmente conhecem alguns segments da ECW, a maioria conhece mais as matches em si, se conhecerem segments, são mais os do Raven, que são bem conhecidos, sempre com o ‘’Quote the Raven, nevermore’’.

Publicidade

Desenvolvimento

Depois de ver o marco zero dessa grande federação que foi a ECW, vou começar a falar sobre algumas coisas são esquecidas da ECW, vou começar por uma que para alguns fãs dos wrestlers que citarei, não são tão esquecidas, mas para outras pessoas, são sim: o começo de carreira de alguns wrestlers antes se tornarem lendas, como o próprio Stone Cold. Também há outros como Chris Jericho, Rey Mysterio e Eddie Guerrero.

Se eu perguntar para a maioria dos fãs ‘’qual foi a cruiserweight division mais conhecida?’’, aposto que a maioria irá falar que foi a da wCw, e com razão. Mas o que as pessoas esquecem ou deixam passar despercebidos, é que 90, 95% dos wrestlers que formaram a Cruiserweight division da wCw, eram ex lutadores da ECW. Rey Mysterio, Eddie (Eddy) Guerrero, Dean Malenko, Chris Jericho, entre muitos outros são ex ECW.

Bom, uma coisa que nem é tão importante assim, pois já citei a cruiser division, é a grande presença de wrestlers ‘’latinos’’ na ECW, também antes de passar pela cruiser division da wCw, caras como Psicosis, Super Crazy, Juventud Guerrera e outros já davam o ar da graça nessa fed “extreme”.

Não sei se não foi tão esquecida assim, por conta de no final da ECW ter sido até valorizado isso, mas na ECW haviam sim Storylines/feuds trabalhadas, lembrando que eu estou falando que havia e não que eram boas ou ruins. Raven e Rob Van Dam são os wrestlers que tinham melhores feuds na ECW, pelo menos na minha opinião.

Já citei na introdução, mas vou citar de novo, os bons mic talkers que a ECW tinha como por exemplo Raven, Mick Foley, Chris Jericho (mesmo que na ECW ele tendo falado pouco, mas tinha um futuro muito promissor pela frente, e até o próprio Paul Heyman.

Uma coisa que alguns pensam quando veem as primeiras lutas da federação que aparecem no youtube é que faltava técnica, bom, na verdade, ao longo do tempo, passou a faltar sim, mas no seu início com caras como Jericho, Benoit e Malenko, era difícil faltar técnica in ring.

Conclusão

Com essa crônica, eu quis mostrar algumas coisas que vocês não pensam que existia na ECW, mesmo as vezes sabendo que tal wrestler já foi da fed. A ECW não era somente Dreamer, Sandman, Tazz, Sabu, Shane Douglas, RVD, Dudleyz, Rhino… Era também Jericho, Benoit, Malenko, Eddie, Tajiri, Mysterio, Super Crazy, Psicosis e outros!

Bom, só para deixar claro, não estou falando na crônica que o hardcore da ECW era ruim, muito pelo contrário, foi o melhor estilo hardcore que existiu. Não era como a CZW, era um Hardcore legal de ser ver, emocionante, com a crowd interagindo com os wrestlers, gritando o tempo todo. Só quis demonstrar que a ECW não foi somente ‘’extreme’’ como muitos pensam, mesmo tendo sido em sua grande maioria do tempo assim, porém tem o outro lado da moeda, que é o que citei na crônica.

Por Giovani Sanches.

Publicidade


O site WWEBrasil.com.br foi criado com a proposta de fornecer ao leitor os melhores artigos sobre pro-wrestling, em especial sobre a WWE.

Leia também