As 50 melhores theme songs na história da WWE

A entrada de um wrestler é um dos momentos mais fantásticos na WWE, munido de uma theme song que o defina, ele vem ao recinto para aplausos ou vaias.

Um dos momentos mais clássicos do pro-wrestling é a entrada de cada wrestler, munido de uma theme song (música de entrada) que o defina, seja ela boa ou ruim, vem ao recinto para aplausos ou vaias, delírio ou devaneio da torcida.

WWE Superstars
Ao longo da história, vários wrestlers se consolidaram como lendas na história da WWE, suas theme songs ficaram marcadas na memória de cada fã e, cada vez que eles retornam de forma surpresa, os fãs vão a loucura. Outros wrestlers, que não possuem um status tão grande, mas são responsáveis por trazer alguma nostalgia ao público, também se aproveitam desse fato, mesmo sem estarem à anos no meio da luta-livre.

Publicidade

Menções honrosas

Antes da lista, confira outra lista com themes que por algum motivo (cada wrestler só possui uma theme na lista) ficou de fora da lista final, mas isso não a faz pior que nenhuma outra.

John Cena — “Basic Thuganomics”



Quando ainda era um rapper arrojado, John Cena chegava ao ringue ao som de violinos combinados com as ótimas rimas de “Thuganomics Basic“.

CM Punk — “This Fire Burns”



A música da banda Killswitch Engage combinava perfeitamente com CM Punk, que a usou de 2006 até junho de 2011, quando “This Fire Burns” se tornou o tema oficial do infame “Summer of Punk“.

Tazz – “13”



O início de Tazz na WWE foi em 2000 como oponente surpresa de Kurt Angle foi um choque para os fãs que lotaram o Madison Square Garden. Seu inesquecível tema com batimentos cardíacos logo no começo agita qualquer fã.

Too Cool — “U Look Fly 2 Day”



Quando Scott e Brian decidiram pender para algo mais “funk”, formando a Too Cool, se tornaram instantaneamente um grande sucesso na WWE. Os fãs dançavam junto com Rikishi em arenas de todo o país, dando um show à parte.

Steve Blackman — “Drums in the Night”



Cruzar o caminho de um especialista em artes marciais como Steve Blackman seria o suficiente para alguém ficar em péssimas situações. Um homem de poucas palavras e habilidades devastadoras, fazia jus ao seu apelido: “The Lethal Weapon” (A Máquina Mortífera).

The Prime Time Players — “Making Moves”



O ritmo hip-hop combinado com o carisma inegável de Tongue Sugar Slim (O MC de Atlanta que compôs juntamente com Jim Johnston essa theme), ajudou a fazer com que essa theme song dos Prime Time Players estivesse nessa lista. É difícil não mentalizar Darren Young e Titus O’Neil fazendo suas danças enquanto a música toca na arena.


50. Maven — “Tattoo”



Quando o riff de “Tattoo” toca e Maven – o primeiro vencedor do “Tough Enough” veio ao ringue sendo o 11º a participar do Royal Rumble 2002, você podia ouvir risada coletiva dos fãs presentes na arena. Esses risos rapidamente se tornaram suspiros, feições espantadas pelo fato do mesmo ter eliminado nada mais que o lendário The Undertaker.

49. Ken Shamrock — “The Ultimate”



Uma lenda no mundo do MMA, Ken Shamrock foi um dos superstars mais intensos a por os pés nos ringues da WWE. Assim, está longe de ser surpreendente o fato de que a entrada de Shamrock seja destacada por um poderoso riff de uma guitarra pulsante incrementado por um sino sinistro, simbolizando a raiva controlada fluindo nas veias do mesmo. A theme era inconfundível, assim como a marcha focada e metódica que o ex-Intercontinental Champion fazia até o ringue.

48. The Miz — “I Came to Play”



Não há muito o que falar sobre The Miz que já não se tenha falado. Narcisista, arrogante, tem o desejo de ser o centro das atenções desde seu tempo como estrela de reality shows. Com o tempo, Miz passou a chamar atenção como WWE Champion, apresentador de talk show e até mesmo estrelas de cinema. Como diz sua canção, ele está aqui para ficar, melhor sair do caminho dele.

47. Drew McIntyre — “Broken Dreams”



Antes de se tornar um guitarrista na 3MB, Drew McIntyre foi um ladino insensível com selo de aprovação do próprio Mr. McMahon. A entrada do ex-Intercontinental Champion era cativante, com passos lentos até o ringue, dando um ar de superioridade.

46. The Shield — “Special Op”



As vozes de Dean Ambrose, Seth Rollins e Roman Reigns alvoroçavam a arena, enquanto eles falavam através de walkie-talkies militares os termos aparentemente aleatórios: “Sierra. Hotel. Índia. Echo. Lima. Delta.”

45. Jake “The Snake” Roberts — “Snake Bit”



Para os oponentes de Jake “The Snake” Roberts, os primeiros sinais de perigo podem ser detectados nos acordes pulsantes de “Snake Bit“. Com uma concentração fria e inabalável – para não mencionar uma serpente ensacada pronta para atacar, Jake também é conhecido por seu famoso golpe DDT.

44. Vader — “Mastodon”



It’s time. Vader é um dos lutadores mais prestigiados de uma era, capaz de destruir oponentes com seus golpes, sua theme anunciava a chegada do mastodonte como poucas.

43. Sheamus — “Written in My Face”



Quando estreou na WWE em 2009, o irlandês chegou com a fúria de um guerreiro celta. Essa intensidade desenfreada foi perfeitamente capturada em “Written in My Face“.

42. Legion of Doom — “What a Rush”



Hawk e Animal começaram a fazer sucesso no mundo do pro-wrestling enquanto ainda usavam “Iron Man” do Black Sabbath como theme, mas foi a theme usada na WWE que a maioria dos fãs sempre vai associá-los

Começando com Hawk gritando “Oh, what a rush!”, a música de entrada transpirava perigo, uma definição perfeita para dois caras enormes com os rostos pintados.

41. The Wyatt Family — “Live in Fear”



Bray Wyatt é assustador, quando vem aos ringues o seu oponente só possui duas opções: obediência ou fuga.

40. Evolution — “Line in the Sand”



Cantada pela banda Motörhead, a theme de Batista, Randy Orton, Ric Flair e Triple H anuncia a chegada daqueles que se consideram a “Evolução”.

39. Goldust — “Gold Lust”



Todo “pedaço” de cinema merece uma atenção maior, e isso sempre aconteceu com o superstar mais “teatral” da WWE, Goldust. O três vezes Intercontinental Champion sempre vem aos ringues ao som de “Gold Lust“, theme song que possui uma vinheta sensacional, seguida por uma música que adiciona um tom inegavelmente misterioso ao processo.

38. Rey Mysterio – “Booyaka 619”



Booyaka 619” da banda P.O.D combina em muito com Rey Mysterio, o sensacional high-flyer. De seu início “Booyaka Booyaka” até a hora em que Rey Mysterio aparece em meio aos fogos, parece tudo extremamente cronometrado.

37. Mark Henry — “Some Bodies Gonna Get It”



Mais uma theme song que captura com sucesso a personalidade de seu usuário. As batidas e a letra combinam perfeitamente com Mark Henry, o fundador do “Hall of Pain” e “World Strongest Man” sempre vem ao ringue para acabar com seus adversários.

36. Dusty Rhodes — “Common Man Boogie”



A personalidade de Dusty Rhodes cativou fãs ao redor do mundo, sua theme song combina perfeitamente com seu jeito dançante.

35. Mr. Perfect — “Perfection”



Mr. Perfect vinha ao ringue ao som dessa grandiosa theme song. Andando calmamente em sua roupa azul, fazendo com que seu trabalho no ringue fosse um verdadeiro show.

34. Booker T — “Rap Sheet”



Uma das themes mais conhecidas, que resiste ao tempo. Não é à toa que é a theme song do WWE Hall of Famer por mais de duas décadas.

33. Big Show — “Crank it Up”



A primeira frase de sua música de entrada deixa bem claro “It’s the Big Show“. Os riffs de guitarra são pesados e deliberados, como se cada grave dos acordes fosse um enorme soco vindo dos punhos do maior atleta do mundo.

32. The APA – “Protection”



JBL e Ron SimmonsBradshaw e Farooq, duas lendas que formam a maior dupla de seguranças que já existiu. Brawlers de mão cheia, literalmente, destruíam qualquer um com facilidade.

31. Roddy Piper – “Hot Rod”



Roddy Piper possui uma theme song que é cravada juntamente com as raízes escocesas de seu personagem.

Publicidade

30. Randy Savage — “Pomp and Circumstance”



Independente de Randy Savage estar caracterizado como Macho Man ou King, o mesmo sempre soube como fazer uma entrada sensacional.

29. Kurt Angle — “Medal”



O único medalhista de ouro Olímpico na história da WWE, Kurt Angle mereceu um hino digno de um herói americano.

28. The Million Dollar Man — “It’s All About the Money”


A risada inconfundível de Ted DiBiase fazia com que sua theme song também fosse inconfundível.

27. Rob Van Dam – “One of a Kind”



A explosiva theme song de Rob Van Dam faz a entrada do mesmo ser animadora, levando os fãs a loucura.

26. Brock Lesnar — “Next Big Thing”



A theme de Brock Lesnar é o exemplo perfeito de como um simples riff pode aterrorizar qualquer superstar. Implacável, a música composta por Jim Johnston capta habilmente a ferocidade inigualável de Brock Lesnar, deixando eminente que a situação não será boa e a destruição é certa.

25. Kane — “Burned”



A theme song de Kane combina perfeitamente com o mesmo, uma prova tenebrosa de como uma música pode capturar perfeitamente a personalidade de alguém.

24. The Brood — “Blood”



Conhecidos como The Brood, Edge, Christian e Gangrel trouxeram uma experiência gótica única para a WWE em 1998.

23. New World Order (nWo) – “Rockhouse”



Quando Hulk Hogan, Kevin Nash e Scott Hall se juntaram, formando a New World Order, queriam acabar com os top superstars da WWE, quando sua theme song tocava, o perigo era iminente.

22. New Age Outlaws – “Oh, You Didn’t Know?”



Oh you didn’t know? Road Dogg e Billy Gunn fizeram parte da DX, mas foi como a dupla New Age Outlaws que conquistaram sua própria identidade. Sua theme deixava os fãs alvoroçados, fãs estes que sabiam de cor todas as frases ditas pelos mesmo e faziam questão de ecoá-las pela arena.

21. Mankind — “Wreck”



Quando o demente Mankind chegou a WWE, ele não teve uma, mas duas themes – um hino assustador e a theme que seria a mais conhecida por todos.

Assim que o som do acidente de um carro ecoa através da arena, todos sabem que o “Hardcore Legend” está vindo.

20. Batista — “I Walk Alone”



Após sua saída da Evolution e subsequente luta contra Triple H pelo World Heavyweight Championship no WrestleMania 21, a theme song de Batista foi reimaginada pela banda Saliva. O título, “I Walk Alone“, capturou perfeitamente a nova atitude de Batista.

19. Eddie Guerrero



Eddie Guerrero tinha uma das mais animadas entradas da história da WWE, na maioria das vezes chegando ao ringue em seu Low-Rider, Guerrero fazia a alegria dos presentes, com seu carisma inigualável.

18. Chris Benoit



Apesar de tudo, a theme de Benoit é uma das melhores já feitas. “Whatever” da banda Our Lady Peace, capturou com sucesso toda a personalidade do “Rabid Wolverine“.

17. D-Generation X — “Are You Ready?”



Uma das theme songs mais influentes da Attitude Era não apenas anunciava a chegada iminente da D-Generation X. Quando a DX Band perguntava “Are you ready” seguido pelo som das baterias atingia o sistema de som da arena em questão, o universo WWE sabia exatamente que o fenômeno anticorporativo iria “engolir” qualquer pessoa que estivesse no ringue.

16. Ultimate Warrior — “Unstable”



O Hall of Famer Ultimate Warrior sempre foi um ícone do entretenimento desportivo, que, sem dúvida, obteve o mesmo nível de popularidade de Hulk Hogan, durante o início da década de 90. Sua pintura facial, roupa colorida e personalidade inconfundível, munida de uma theme song espetacular, faziam com que a entrada de Warrior fosse um show.

15. Chris Jericho — “Break the Walls Down”



A estreia de Chris Jericho em 1999 começou com uma contagem regressiva. Apropriadamente, a mesma contagem regressiva tornou-se o elemento chave para que “Break the Walls Down” fosse inconfundível.

14. Goldberg — “Invasion”



Se você precisar de uma motivação para alguma reunião ou teste importante, ouça a theme de Goldberg, inspirada em algum tipo de marcha do exército, o sucesso será garantido. Sem dúvidas está é considerada uma das mais famosas entradas da história da WWE, as câmeras filmam Goldberg saindo dos vestiários até a rampa que dá acesso ao ringue – enquanto a torcida canta Gold. Berg. em sintonia perfeita com a música -, onde ele acerta alguns golpes em sincronismo perfeito com a pirotecnia.

13. Bret “The Hitman” Hart



A theme de Bret Hart passava a sensação de quem estava entrando era o espetacular Bret Hart, a excelência da execução, capaz de executar movimentos sensacionais. Sua theme era elétrica, capaz de animar a todos.

12. Edge — “Metalingus”



Mais uma theme que combina perfeitamente com seu usuário, é impossível ver a banda Alter Bridge tocando “Metalingus” e não lembrar do Hall of Famer, Edge.

11. CM Punk — “Cult of Personality”



CM Punk passou a usar essa theme após o famoso Pipe Bomb no RAW. Theme essa que combina perfeitamente com CM Punk, que é seguido por muitos, não somente pelo que ele fala, mas por sua habilidade nos ringues.

10. Randy Orton — “Voices”



Contando em detalhe sobre as motivações de um louco implacável que ganhou a alcunha de “Viper“, “Voices” fala melodicamente como o próprio Randy Orton se sente.

9. John Cena — “The Time is Now”



Gravada pelo próprio John Cena juntamente com seu primo, o rapper Tha Trademarc, em 2005, “The Time is Now” não é somente a theme song de John Cena há 10 anos, mas também é uma das mais conhecidas theme songs da era moderna.

8. Triple H — “The Game”



Poucos superstars podem vir ao ringue acompanhado por músicas performadas por músicos de renome mundial. O treze vezes World Champion, Triple H, é um desses poucos. “The Game” foi gravada pela banda Motörhead, que já vendeu mais de 30 milhões de albuns em todo o mundo.

7. Ric Flair — “Also sprach Zarathustra”



A theme song de alguns superstars deixam uma marca indelével na mente dos fãs. Este é o caso de Ric Flair. Desde o primeiro “Wooo!“, você sabe que o “Nature Boy” está a caminho.

6. Shawn Michaels — “Sexy Boy”



Poucas theme songs englobavam a essência de um superstar como “Sexy Boy“. A sintonia com a infusão de ego não só mostrava o amor que as mulheres tinham pelo “Showstopper“, mas como toda uma arena vinha abaixo com sua entrada.

5. Mr. McMahon — “No Chance in Hell”



Quando Mr. McMahon passou de um educado locutor para um tirano cruel, ele precisava deixar claro para o mundo que ele iria parar o que fosse preciso para obter o que quisesse.

4. Hulk Hogan — “Real American”



Real American” se tornou parte da cultura pop em 1980, sendo que o superstar mais famoso da época atingiu o máximo do sucesso que nunca havia sido alcançado por outro superstar até então. O patriotismo de Hogan foi amplamente capturado pela theme song, que se tornou inesquecível para muitos.

3. The Rock — “Electrifying”



Um pulso de eletricidade dispara através do ar, homens, mulheres e crianças vão a loucura quando a voz de Dwayne “The Rock” Johnson ecoa pelos alto-falantes da arena dizendo “IF YOU SMEEELLLLLLLLL …” o famoso slogan dá lugar ao som de uma guitarra em sintonia com um combo que faz com que a theme song de Rock seja uma das melhores de todos os tempos.

2. “Stone Cold” Steve Austin — “Hell Frozen Over”



Nenhuma outra theme song capturou perfeitamente “Stone Cold” Steve Austin. Suas botas pretas pareciam seguir cada acorde da guitarra. Os riffs seguiam Austin até o turnbuckle, onde ele saudava todos os fãs.

1. The Undertaker — “Graveyard Symphony”



Ao longo dos últimos de 20 anos, a theme song de Undertaker se tornou uma das mais icônicas do entretenimento desportivo.

“Sentei-me ao piano e escrevi essa música com delicadeza pensando que seria um canto fúnebre”, disse Jim Johnston. “Tornou-se uma obra e, esse cara teve uma carreira que mereceu essa obra”, completou.

Publicidade


O site WWEBrasil.com.br foi criado com a proposta de fornecer ao leitor os melhores artigos sobre pro-wrestling, em especial sobre a WWE.

Leia também

  • Mateus

    Nossa… Quem fez essa matéria tem um olhar próprio sobre as coisa hein…
    Faltou themes fodas com “Just Close Your Eyes” entre outras, nunca que a do Undertaker é a melhor, da próxima não faça uma lista com opinião própria.

  • Guilherme Uchoa

    Faltou a do Christian, não acha?

  • Diego Freitas

    DE JEFF HARDY